Absurdo: Corregedoria do Ministério Público investigará palestras de Dallagnol

A Corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decide, nesta terça-feira (16/7), se abre  investigação contra o coordenador da Lava-Jato no Paraná, Deltan Dallagnol. Além dele, outros integrantes da força-tarefa da operação podem ser alvo das diligências. O Conselho avalia uma representação protocolada ontem em razão da divulgação de novas conversas trocadas entre integrantes do Ministério Público Federal no Paraná (MPF).

Palestras do procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, serão investigadas pela Corregedoria Nacional do Ministério Público, que acatou representação do PT, informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha.

Em despacho, o corregedor Orlando Rochadel Moreira menciona mensagens trocadas entre procuradores que “revelariam que os citados teriam se articulado para obter lucro mediante a realização de palestras pagas e obtidas com o uso de seus cargos públicos”.

“Tais palestras teriam se dado em parceria com empresas privadas, com quem dividiram os valores”, afirma trecho do documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: