Doria faz acusação falsa contra grávida Imobilizada após agredir PM


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acusou a mulher grávida imobilizada por um PM de ter sido presa por tráfico de drogas em São José do Rio Preto, no interior do estado, nesta terça-feira (4/2). Essa acusação nem os policiais militares que a prenderam e nem a Polícia Civil fizeram.

Após prender dois homens por tráfico de drogas, o soldado Wesley Viana dos Santos teria sido xingado e alvo de um soco dado pela mulher, de acordo com a versão dada por ele e seu parceiro, Cleriston Braga dos Santos, na 4ª delegacia da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: