Pelo 2º ano consecutivo, número de armas registradas dispara e homicídios despencam

Segundo matéria da Gazeta do Povo:

O número de registros de armas de fogo no Brasil bateu recorde em 2019. No primeiro ano da gestão do presidente Jair Bolsonaro foram 44.181 registros concedidos a pessoas físicas, entre janeiro e novembro, segundo dados obtidos pelo O Globo – o equivalente a cinco por hora. O número de registros, diz o jornal, é o maior concedido pela Polícia Federal desde o início da série histórica, em 2010, com alta de 29% em relação a 2018. Os dados não consideram registros para colecionadores, atiradores, caçadores, além de órgãos públicos e empresas de segurança.”

Ao mesmo tempo, segundo dados do Monitor da Violência relativos aos primeiro nove meses do ano de 2019, as mortes violentas registraram uma queda recorde de 22%A informações estão em linha com os dados oficiais do SINESP – Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública,  colhidos do site do Ministério da Justiça, segundo os quais:“Nos quatro primeiros meses de 2019, o Brasil registrou queda em todos os nove crimes registrados na plataforma SinespO número de homicídios caiu 21,2% e o número de latrocínios teve redução de 23,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Com as informações Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: