PF indicia 3 assessores do ministro do Turismo e candidatas no caso das laranjas do PSL

A PF indiciou nesta segunda-feira (1º) um assessor especial do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, dois ex-auxiliares e quatro candidatas do PSL-MG no âmbito do inquérito que investiga esquema de candidaturas de laranjas para desviar verba pública do partido do presidente Bolsonaro.

Conforme informações da Folha de S. Paulo, os suspeitos foram indiciados sob suspeita dos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa —com pena de cinco, seis e três anos de cadeia, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: