Confusão em mela-mela, culminou na morte de jovem de 19 anos.

Nesta segunda-feira, 4, pela noite, o carnaval em Fortim, no Litoral Leste do Ceará foi cancelado por decisão do prefeito do município Naselmo de Sousa Ferreira. O cancelamento das festividades e das atrações foram dadas por conta da violência durante à festa, que resultou em depredação em um posto de saúde, além de que, uma pessoa acabou morrendo após a confusão.

“Não podemos continuar com a festa, embora preparada com todo o cuidado e carinho […], quando a integridade física dos foliões encontra-se ameaçada. Resolvemos tomar essa atitude […] para evitar mais violência e maiores problemas”, afirma o prefeito em nota pública na página do município em uma rede social.

Durante a tarde houve uma confusão no mela-mela, que culminou na morte de Victor da Silva Barbosa, 19.

Segundo nota da Polícia Militar do Ceará, a PM interveio durante a confusão “a fim de conter ação de um grupo de pessoas que tentavam contra a integridade dos policiais militares”

De acordo com a nota, os policiais foram informados, por volta das 18 horas, “que um perigoso traficante, inclusive com mandando de prisão em aberto, estaria nas proximidades do evento. Após a abordagem dos PMs, o suspeito se inseriu em um grupo de, aproximadamente, 15 pessoas na tentativa de empreender fuga”.

Os PMs, então, abordaram três pessoas do grupo na tentativa de capturar o foragido. “Durante a ação, os outros integrantes do grupo passaram a investir contra os PMs”, segundo a corporação.

De acordop com a nota emitida pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, três pessoas – dois adultos e um adolescente – foram detidos por desacato a autoridade durante a ocorrência. Uma delas – Victor, de 19 anos e sem antecedentes criminais – passou mal, então a polícia acionou o socorro, fazendo com que o mesmo fosse encaminhado ao hospital da cidade, onde veio a falecer.

Dando continuidade na ocorrência os outros dois foram encaminhados a uma unidade da Polícia Civil, situada em Aracati, cidade vizinha ao município.

Um grupo se dirigiu a um posto de saúde, situado no Centro de Fortim, causando ainda mais confusão. O local sofreu depredação e teve móveis e objetos incendiados. O fogo foi controlado pela população mesmo e ninguém ficou ferido.

As duas pessoas detidas pelos policiais militares foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil de Aracati, onde foram ouvidas e liberadas em seguida, após o registro de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O caso segue em investigação, segundo a Secretaria de Segurança.

(Foto:SVM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: