Caso Daniel Corrêa: autor de assassinato tem longa ficha criminal

O empresário Edison Brittes, a esposa Cris e a filha Allana continuam detidos pela morte do jogador Daniel Corrêa Freitas. Edson tem uma extensa ficha criminal, com várias passagens pela polícia e maioria envolve arma de fogo.

O caso

O corpo do meia Daniel, de 24 anos, com passagens por Botafogo, São Paulo, Coritiba e que atualmente estava jogando pelo São Bento (SP), foi encontrado no meio de uma plantação de pinos com sinais de tortura, no último sábado, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba (PR). O jogador foi ferido por armas brancas e brutalmente assassinado.

Edison Brittes, a esposa e a filha, de 18 anos, foram presos, na quinta-feira (1), na casa onde moram, na região metropolitana de Curitiba, suspeitos de participação no assassinato. À imprensa, o advogado do casal, Cláudio Delladone, afirmou que o crime foi cometido após Edson Brittes Júnior flagrar uma tentativa de estupro contra sua esposa, cometida por Daniel, no quarto do casal.

 

Creditos: tnh1.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: