Juíza afirmou que o atentado contra Bolsonaro foi planejado

Nos termos da audiência de custódia que pertencia a Adélio Bispo de Oliveira, a juíza federal Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho classificau o ataque a Jair Bolsonaro como “um crime grave que revela profundo desrespeito à vida humana e ao Estado Democrático de Lei, notadamente, a liberdade constitucional de manifestação de ideais políticos, afetando diretamente o processo eleitoral “.

De acordo com a jurista elencada, “no momento da prisão em flagrante, parece que a ofensa imputada ao acusado foi cuidadosamente planejada” e as imagens fortes “não deixam dúvidas sobre a materialidade do ofensor”.

Leiam o que ela redigiu:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: