Eleições 2018: Bolsonaro venceu ou o PT perdeu?

Diante do resultado das eleições presidenciais surgiu uma pergunta: Bolsonaro ganhou a presidência do país ou na verdade a sua eleição se deu apenas por uma rejeição ao partido dos trabalhadores (PT)?

Para analisarmos isso temos que voltar ao início da pré-campanha, onde Bolsonaro já era um nome real na disputa e o PT insistia no nome do ex presidente Lula, que foi preso no dia 7 de abril de 2018, ignorando o nome do pedetista Ciro Gomes, que buscava o apoio do partido e tentava a união da esquerda contra o nome de Bolsonaro e os anti petistas.

O PT continuou soberbo e confirmou o nome do ex presidente como candidato do partido, com Fernando Haddad sendo seu vice. Como previsto o nome de Lula foi impugnado e o partido manteve Haddad como candidato e tentando usar o julgamento e prisão do ex presidente como estratégia de crescimento ao nome do agora candidato ao planalto. Ciro continua isolado e a esquerda continuou dividida. Já Bolsonaro mostrou um crescimento na ausência de Luís Inácio na corrida presidencial e após o atentado não teve mais campanha em atos públicos, fez a campanha apenas na internet, principalmente nas suas redes sociais.

O primeiro turno das eleições decretou a primeira derrota do PT com a diminuição de cadeiras na câmara dos deputados, de 69 para 56, dos senadores da república, de 11 para 4, e elegeu apenas 3 governadores, todos do Nordeste. Já o partido de Jair Bolsonaro teve crescimento na câmara, de 1 para 52, no senado, de 0 para 4, e com 3 candidatos ao governo no segundo turno. Ciro Gomes foi o terceiro colocado nas eleições presidenciais e Bolsonaro disputou o segundo turno com Haddad, primeiro e segundo colocados respectivamente.

Na campanha do segundo turno que nota-se o erro da estratégia do lulo-petismo, pois Ciro se recusa a apoiar o partido que o isolou no início da campanha e a onda contra o PT aumentou. Apesar de todos os esforços da campanha de Haddad para desatrelar o passado do PT ao presidenciável não foi possível eleger o petista e Bolsonaro venceu a presidência do Brasil. Podemos concluir que a eleição de Bolsonaro deve-se mais ao antipetismo do que a onda de direita que cresceu bastante no país nos últimos anos devido aos escândalos de corrupção.

Escritor: Assis Coutinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: