A partir de 1º de janeiro, polícia vai atirar para matar, disse Doria

João Doria, disse na semana passada que os militares e policiais podem atirar em homens que utilizarem força ilegal para subjugar a população.

“Não façam enfrentamento com a Polícia Militar nem a Civil. Porque, a partir de 1º de janeiro, ou se rendem ou vão para o chão. Se fizer o enfrentamento com a polícia e atirar, a polícia atira. E atira para matar”, revelou à Rádio Bandeirantes.

O discurso de Doria corre em conflito com as atividades dos policiais paulistas, a regra é que o policial pare a atividade do atacante contra a pessoa em questão, ainda que se deva haver uma ocorrência de tiro “o tiro não deve ter como motivo a passagem”.

O assunto trouxe questionamentos tanto em SP quanto no Brasil, haja vista que órgãos defensores dos direitos humanos militam em favor de indivíduos que praticam atos ilegais pois consideram que tais pessoas são vítimas da sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: