“Brasil deixará de ser paraíso dos rentistas e inferno para empreendedores” DISSE GUEDES

A máquina do governo virou gigantesca engrenagem perversa de transferência de renda, afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes, no seu primeiro pronunciamento oficial em referência aos gastos com a Previdência no qual está previsto que se as reformas não forem implantadas até 2024 ocupará cerca de 80% do PIB nacional. “O Brasil foi corrompido pelo excesso de gastos e parou de crescer pelo excesso de gastos. A reforma do Estado é chave para a correção desse fenômeno”, argumentou.”O governo age como se não houvesse amanhã, se endivida e transfere pra frente”, acrescentou o ministro, ressaltando o elevado patamar de gastos com juros da dívida pública no qual indica uma pessima gestão que o governo vem implantando nas contas públicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: